Sábado, 20 de Julho de 2024
22°

Tempo nublado

Maceió, AL

Polícia Em 2019

Pai acusado de estuprar duas filhas em Arapiraca é preso em PE

Crimes ocorreram em 2019

04/07/2024 às 13h28
Por: Julita Bittencourt Fonte: Assessoria
Compartilhe:
Foto: PC-AL
Foto: PC-AL

A Polícia Civil prendeu na cidade de Jupi, em Pernambuco, um homem, de 51 anos, acusado de estuprar duas de suas filhas, de 11 e de 13 anos de idade, na época dos crimes.

A prisão aconteceu no Sítio Santa Rita, na cidade de Jupi, próximo a Garanhuns, em Pernambuco, e teve o apoio da delegada Graça Canuto e de policiais civis da delegacia local. 

Os estupros ocorreram no ano de 2019, na cidade de Arapiraca, e desde então o acusado estava foragido.

"Essa é mais uma prisão importante, efetuada pelo Niesp”, disse o chefe de operações, Welber Cardoso. Segundo ele, as investigações apontam que os abusos sexuais ocorreram durante anos, até que as meninas resolveram contar o que está acontecendo para sua mãe. 

Na ocasião, a mãe das vítimas teria percebido a mudança de comportamento por parte das menores, além do próprio denunciado ter passado a agir de forma estranha.

Após os fatos serem revelados, o criminoso fugiu para Pernambuco, fixando residência em Jupi, a sua terra natal.

Em Jupi, o criminoso buscava viver uma vida pacata, montou outra família e trabalhava como pedreiro, como se nada tivesse acontecido. 

A prisão chocou os moradores da pequena comunidade do Sítio Santa Rita, que tratavam bem o criminoso, sem saber do seu passado. 

“O acusado negou a prática do crime, disse acreditar que não seria mais descoberto pela polícia e buscou jogar a culpa das acusações na sua ex-companheira, sendo que o inquérito policial na época foi robustecido de provas testemunhais e técnicas, que comprovaram os abusos sexuais, ocorridos de forma reiterada”, disse o delegado Sidney Tenório.

O preso foi transferido para a Central de Polícia de Arapiraca/AL, onde aguarda ser submetido à audiência de custódia, para depois ser removido ao sistema prisional de Alagoas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários