Terça, 18 de Junho de 2024
23°

Tempo nublado

Maceió, AL

Geral Alagoas

Alagoas tem cinco mortes por dengue confirmadas e outras seis em investigação

Em 2024 houve um aumento de 176,5% no número de casos confirmados

06/06/2024 às 10h35
Por: Redação
Compartilhe:
Foto: Freepik
Foto: Freepik

Os dados do Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulgado nesta quarta-feira (05), apontam que Alagoas confirmou até o momento,6.018 casos de dengue em 2024

Em 2023 na mesma 3.520 casos suspeitos de dengue foram registrados, dos quais 2.176 foram confirmados. Na prática isso quer dizer que em 2024 houve um aumento de 176,5% no número de casos confirmados em relação ao mesmo período do ano anterior.

Outros 10.827 casos suspeitos da doença estão sendo investigados no estado.

Cinco óbitos foram confirmados: 

  • Atalaia (1);

  • Viçosa (1);

  •  Porto de Pedras (1);

  •  Rio Largo (1);

  • Maceió (1).

Outros seis estão sob  investigação: 

  • Teotônio Vilela (1); 

  • Boca da Mata (1); 

  • Porto de Pedras (1);

  • Viçosa (1), Atalaia (1);

  • Porto Calvo (1).

Dados de Maceió - Somente na capital alagoana, são 2.482 casos prováveis e 2.297 casos confirmados, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Em 2023, no mesmo período foram confirmados 1.068 casos de dengue, correspondendo a um aumento de 115,07% em 2024.

Ainda de acordo com a SMS, a capital confirmou 15 casos de zika, correspondendo a um aumento de 66,67% em relação ao ano anterior, quando foram contabilizados 9 registros.

A análise por Distrito Sanitário apontou que entre os bairros com maior incidência destacam-se: Pontal da Barra (609,99/100 mil habitantes), Centro (576,86/100 mil habitantes) e Pajuçara (498,43 casos /100 mil habitantes).

O 6º DS também possui a maior incidência de chikungunya por 100 mil hab. Entre os bairros, destacam-se: Canaã (56,09 casos/100mil hab), Antares (39,45/100 mil hab.) e Pontal da Barra (38,12/100 mil hab.).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários