HGE implanta protocolo de testagem rápida de profissionais da saúde

O Hospital Geral do Estado (HGE) implantou um protocolo específico para testagem rápida de diagnóstico da Covid-19 nos profissionais de saúde. A medida vale para os funcionários afastados por síndrome gripal durante a pandemia do novo coronavírus. 

A ação visa mapear com maior celeridade os casos de Covid-19. E, seguindo a normatização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os testes são realizados entre sete e dez dias após o início dos sintomas. O resultado é conhecido em 20 minutos após a coleta de sangue. Segundo a engenheira do Trabalho, Karlla Martiniano, a medida é importante não apenas para definir o retorno do profissional de saúde ao atendimento, mas também para a prevenção da disseminação do vírus no ambiente hospitalar.

Segundo ela, até o momento, dos 250 profissionais do HGE afastados por síndromes gripais, 20 testaram positivo para o novo coronavírus e estão em isolamento social. A engenheira do Trabalho especificou que, ao contrário da testagem de coleta da secreção, o teste rápido identifica os anticorpos produzidos pelas pessoas quando são infectadas pelo vírus. 

Realizado pelo setor de Qualidade de Vida do Trabalhador (SQVT) a testagem dos funcionários segue um fluxo interno e acompanhamento específicos, com comunicado, agendamento de testes e acompanhamento de resultados.  

De acordo com o médico Paulo Teixeira, gestor da unidade hospitalar, os testes ajudam a tranquilizar os profissionais. “É de suma relevância garantir que nossos profissionais se sintam cuidados. Nos primeiros dias, após o início dos sintomas, os anticorpos não são devidamente detectados pelo teste. Para atingir valores de sensibilidade de 86%, é necessário que o teste seja realizado após o sétimo dia do início dos sintomas. Assim como é obrigatório aguardar por 72 horas após o desaparecimento dos sintomas, antes da realização do exame. Isto se deve a evidência de redução importante da viremia após as 72 horas do fim dos sintomas”, informou Teixeira. 

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Conteúdo relacionado